Eu e minha situação

“Quem não se perguntou um dia: e se eu tivesse nascido noutro lugar, noutro país, noutro tempo, como teria sido minha vida? Essa pergunta contém em si uma das ilusões humanas mais difundidas, a ilusão que nos faz cosiderar a situação de nossa vida como um simples cenário, uma circunstância contingente e mutável pela qual passa o ‘eu’ independente e constante. (…) Estamos todos desesperadamente atrelados à data e ao lugar em que aconteceu nosso nascimento. O ‘eu’ é inconcebível fora da situação concreta e única de nossa vida, ele só é compreensível dentro e por causa dessa situação”

Em A Cortina, de Milan Kundera.

Kundera, 80 anos II

Sobre Vítor Costa

Um insistente amador na arte do pensamento. Acha que a existência é feita da mesma matéria que compõe os sonhos. E que cada situação é uma ocasião de aprendizado. Mas que podemos, sim, estar à deriva num infinito de absurdo.
Esse post foi publicado em Despojos, Filosofança e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Eu e minha situação

  1. Sapa disse:

    “Eu sou eu em minha circunstâncias”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s