Arquivo da categoria: Fábulas Para Entristecer

As mãos dadas II – O adeus de Penélope

O carro estava indo talvez um pouco rápido demais para que Alex o conduzisse com uma única mão. Mas não queria soltar a mão de Penélope. E se dirigir segurando a mão da moça já não era imprudência suficiente, Alex aproveitava … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Espiando Pelo Buraco da Fechadura, Fábulas Para Entristecer, Por um mundo Punk-Gótico | Deixe um comentário

As mãos dadas I – O adeus de Lulu

Três anos depois de se tornar esposa de seu professor, Lulu o deixou. Recordemo-nos, pois, da história de Lulu e seu professor. Bonita e inteligente, Lulu era pelo menos uns cinco anos mais velha do que as meninas de sua … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Espiando Pelo Buraco da Fechadura, Fábulas Para Entristecer | 2 Comentários

Excertos do Subsolo – Sobre Paloma e Penélope

Paloma e Penélope não se viam há muito tempo até o dia em que se encontraram na emergência de um hospital. Paloma sofria um ataque inédito, fulminante, de uma gastrite que se desenvolvera no último período. Penélope acompanhava Clarissa que … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Espiando Pelo Buraco da Fechadura, Fábulas Para Entristecer, Por um mundo Punk-Gótico | 1 Comentário

A Tempestade, Parte II – Transcendência (ou: A Breve Temporada de Clarissa no Subsolo)

Nunca havia pensado em Clarissa morta. Ocorre-me que depois de todos esses anos, talvez apenas assim seja possível compreender sua história. Talvez apenas o período em que Clarissa estava morta explique o que ela se tornou depois de retornar. Sempre … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Espiando Pelo Buraco da Fechadura, Fábulas Para Entristecer, Por um mundo Punk-Gótico | Deixe um comentário

Excertos do subsolo – Sobre universais e prateleiras

Sentada à sombra de um guarda-sol na areia de uma praia qualquer, Clarissa ouvia mais do que falava enquanto Ariadne comentava sobre a beleza ou feiura dos corpos masculinos. Para tentar entrar entrar no espírito da brincadeira, teceu um comentário … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Espiando Pelo Buraco da Fechadura, Fábulas Para Entristecer | Deixe um comentário

Excertos do Subsolo – Klam*

Era dia de São Valentim quando, por acaso, o pai de Clarissa encontrou as cartas da filha guardadas em uma caixa esquecida em um fundo de porão. Sentou-se e, por mais de uma hora, leu mais de uma dezena de … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Espiando Pelo Buraco da Fechadura, Fábulas Para Entristecer | 4 Comentários

Excertos do Subsolo – Os olhos tristes de Estela (revisitado)

Da última vez que falei de Clarissa e daqueles que a circundam, entreguei minha chave de leitura de meus próprios personagens. Embora as definições apresentadas possam ser consideradas provisórias e parciais, penso que foram mais ou menos adequadas para seus … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Espiando Pelo Buraco da Fechadura, Fábulas Para Entristecer | Deixe um comentário