Arquivo da tag: A Insustentável Leveza do Ser

Acordo e desacordo, silêncio e amor

O debate entre os que afirmam que o universo foi criado por Deus e aqueles que pensam que o universo apareceu por si mesmo implica coisas que vão além de nossa compreensão e experiência. Muito mais real é a diferença … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Filosofança | Marcado com , , | 2 Comentários

Please Remember

Seis acasos levaram Tereza até Tomas, em A insustentável leveza do ser. Penso que menos acasos me levaram a descobrir “Please Remember“, canção da banda Deafheaven. Não faço menção a obra de Kundera por acaso ou obsessão, porém: no início da … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Por um mundo Punk-Gótico | Marcado com , , , , , , , , , | 3 Comentários

Velhas ideias sobre “autenticidade”

Embora este espaço já não seja, como foi outrora, caracterizado por minhas livres reflexões – que são uma figura do espírito e, como toda figura, pode ser superada – penso que eventualmente possa deixar a pena e o pensamento livres. … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Fábulas Para Entristecer, Filosofança | Marcado com , , , , , , , , | 2 Comentários

Einmal ist keinmal

“Tudo aquilo que é vivido com a consciência da finitude é vivido de forma autêntica.” Eis uma tese que eu atribuiria à Jean-Paul Sartre, sem a certeza de que teria a benção deste pensador. É também uma tese perfeitamente aceitável … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Filosofança | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Porque eu prefiro Milan Kundera

Há uma denúncia que Gerd Bornheim faz da filosofia de Jean-Paul Sartre que poderia se aplicar quase perfeitamente à literatura de Milan Kundera: o fracasso de suas categorias só acontece porque existiria na pena deste pensador, desde o princípio, a … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Filosofança | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

O sentido da Traição

Ontem eu disse uma frase na qual, hoje, reconheço uma certa dose de erro. Disse exatamente que “ações expressam princípios, logo quem nada pede à ninguém demonstra interesse em não ser perturbado”. Então um amigo filósofo me fez perceber que … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Filosofança | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Variações sobre a Leveza Nº2.

Querida Sabina, Apesar de não nos conhecermos pessoalmente, percebe o quanto sei sobre você e seu chapéu-côco e, se me permite, o quanto os admiro. Mas não se preocupe: Tomas sempre foi discreto e apenas em suas cartas me contou … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Fábulas Para Entristecer | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário