Arquivo da tag: Angústia

“Aquém de si” (ou: o desafio da motivação e da expectativa)

É duplamente pesado visitar o texto de Husserl. Primeiro, pela densidade própria do texto. Segundo, porque o leio com lentes sartreanas – como talvez eu sempre faça com tudo. E é difícil não perceber a cada instante as conseqüências existenciais … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Filosofança | Marcado com , , , , , | 3 Comentários

Aparição: O Limbo

Não é justo que eu não tenha até hoje falado do melhor jogo de RPG que conheci. Não que seja o meu jogo de RPG preferido, mas é sem dúvida o melhor na medida em que é aquele que – … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Fábulas Para Entristecer, Por um mundo Punk-Gótico | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

Instante

Uma citação de Sartre, para terminar o ano. E meus mais  sinceros votos de um feliz ano novo a todos aqueles para quem o ano será novo. “Recorde-se o instante em que o Filoctetes de Gide abandona inclusive seu ódio, … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Fábulas Para Entristecer, Filosofança, Por um mundo Punk-Gótico | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mallarmé – Angústia

Não vim domar teu corpo esta noite, ó cadela Que encerras os pecados de um povo, ou cavar Em teus cabelos torpes a triste procela No incurável fastio em meu beijo a vazar: Busco em teu leito o sono atroz … Continuar lendo

Publicado em Despojos | Marcado com , , | 2 Comentários

A Má-Fé de Sartre

O sentido trivial da expressão “má-fé” pode ser, como encontramos nos dicionários da língua portuguesa, algo como intenção dolosa ou falsidade. O Houaiss – que deve mesmo ser o melhor dicionário da língua portuguesa – define-a como “disposição de espírito que … Continuar lendo

Publicado em Despojos, Filosofança | Marcado com , , , , , , , , | 11 Comentários